As peripécias da mente

September 18, 2017

 


A mente possui uma natureza dual, oscilando entre as polaridades complementares, e segundo os mestres é muito antiga, ancestral .

Aprendi que não existe a minha mente ou a sua mente ; o que existe é a mente da humanidade, e nós de acordo com nossos programas e crenças . atraímos aspectos diversos da mente universal .

O cerne da mente é o medo , então ela fica focada no passado imutável , tentando achar uma solução diferente para aquilo que já aconteceu ; ou focada num futuro incerto , tentando controlar tudo , para se sentir segura e amparada .

A mente tem a sua utilidade prática , na solução das questões do dia a dia , mas se somos dominados por ela , se ela é quem manda em nós . vivemos oscilando como um pêndulo , ora no céu , ora no inferno .

Desde ontem o lado escuro da mente tem me visitado , trazendo medos irreais , preocupada com coisas que talvez nunca aconteçam , me jogando num inferno pessoal e insolúvel .

Alguns programas repetitivos vem aflorando , trazendo uma enxurrada de julgamentos , críticas , preocupação com a opinião alheia , querendo controlar , mudar pessoas e situações para eu me sentir mais feliz .

Antigamente , eu mergulhava nesta roda viva , sofrendo muito , me sentindo esmagada por algum tempo , com tais peripécias da mente.

Hoje já consigo ver , quando sou assolada por tanto medo , e apesar de não ser agradável estar assim , não me identifico tanto ou quase nada com isto tudo .

Sinto que a melhor maneira de lidar com a mente é vendo o que ela está me trazendo , sentir as emoções que afloram , experienciando tudo , como se tivesse assistindo a um filme .

Aprendi a pedir ajuda ao Divino também nestes momentos , sem lutar para mudar nada , apenas observando atenta , o que aflora de meu mundo interno .

Desta maneira tudo passa , a mente aos poucos se acalma , voltando a paz e harmonia do presente .

A mente não existe no presente , apenas a consciência pura daquilo que é ; então nesta presença aflora a bem aventurança , o amor incondicional , a alegria sem causa .

Gratidão infinita a meus mestres , ao meu Divino pessoal , à Suprema Luz .

Com amor , confiança e fé .
Ângela Pedrosa 

 

Fonte: Amor & Consciência 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

2018, Ano do Cão

February 18, 2018

1/7
Please reload

Posts Recentes

February 12, 2019

February 8, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags