De onde vem tanta preocupação?

September 15, 2017

 

 


Vivemos correndo. Estamos sobrecarregados com nosso dia-a-dia e acreditamos que estamos vivendo ao máximo, mas a verdade é que estamos deixando a vida escorrer entre os dedos. Não estou falando que devemos largar tudo e deixar os objetivos de lado para poder aproveitar o dia, mas você já parou pra pensar quantos momentos você perde simplesmente por estar imerso dentro dos problemas, das dúvidas e dos imparáveis diálogos internos das nossas mentes?

"Somente o homem se preocupa com o futuro, arrepende-se do passado e culpa a si mesmo pelo presente". (Rick Hanson)

Vocês já pararam pra pensar como é fácil se envolver com pensamentos negativos, dúvidas, medos e ansiedades, e deixar os bons momentos passar sem dar atenção a eles? Isso acontece porque nosso cérebro foi programado dessa maneira. Absorvemos e ampliamos as memórias negativas como um mecanismo de defesa para nos proteger de ameaças. Isso era muito bom para nossos ancestrais, que tinham que estar 100% atentos a qualquer barulho ou movimentação estranha no meio de uma caçada, uma onça por exemplo. Mas nos dias atuais é claro que não corremos mais esse tipo de ameaça, porém essa programação ainda está em nossas mentes.

Existem exercícios que podemos fazer durante nosso dia que ajudam a reprogramar nossa atenção para absorver e ampliar memórias positivas. Uma dessas técnicas é a Atenção Plena. Tire alguns momentos do seu dia para realizar (não se preocupe, ninguém vai saber que você está fazendo) essa técnica.

Atenção Plena

Ouvi dizer que temos pelo menos 3 momentos de prazer todos os dias. Observe seu dia-a-dia e procure encontrar onde estão esses momentos e por um instante esqueça todos os problemas e foque toda sua atenção apenas no que está fazendo. Por exemplo: no intervalo do trabalho ou da aula, quando parar pra fazer um lanche, pare tudo, respire fundo e saboreie esse momento. Sinta o gosto do que estiver comendo, aproveite o momento, intensifique, coloque toda sua atenção nele.

Onde quer que você esteja, esteja por inteiro. (Eckhart Tolle)

Outro momento bom para praticar a atenção plena é no banho, um momento de relaxamento e limpeza que muitas vezes deixamos passar com nossas preocupações e ansiedades. Sinta a água escorrendo pelo corpo, o sabonete na pele, o cheiro gostoso do seu shampoo. Não tenho dúvidas de que sairá completamente revigorado do banho.
Procure no seu dia os momentos que exigem atenção plena. Sinta e intensifique-os. Observe e procure encontrar quais são os seus momentos de prazer que você está deixando passar. Fortaleça o lado bom da vida! Procure nos detalhes, um sorriso, um abraço ou um pequeno objetivo alcançado, comemore, aproveite o momento.

Temos dois lobos em nossos corações, um bom e um mau. Todos os dias eles se enfrentam, vence aquele que mais alimentamos. Simples assim.

Vivendo o Momento

Esse é o propósito do nosso Blog. Ajudar as pessoas a viver o momento e deixar que os pensamentos negativos se dissipem por sí só. Nada resiste ao poder da Presença, ao poder do Agora, do momento em que estamos. Nossa infelicidade e preocupações vem das memórias do passado ou da antecipação do futuro – a ansiedade. Somente se nos mantivermos presente é que realmente estaremos vivendo nossas vidas, do contrário ela estará escorrendo entre nossos dedos.

"A vida é agora. Nunca houve um momento em que a sua vida não foi agora, nem nunca haverá". (Eckhart Tolle)

Pratique a Atenção Plena durante seu dia-a-dia, esteja sempre presente, deixe os problemas para quando for o momento de resolvê-los, pensar nos problemas não vai ajudar em nada. Se tiver solução, ok, vamos resolver, e se não tiver solução então pare de se preocupar, ele não tem solução.

Eu não sei de onde vem sua preocupação, mas agora ela não está em nenhum outro lugar a não ser dentro de você mesmo. 

 

Fonte: Vivendo o momento 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

2018, Ano do Cão

February 18, 2018

1/7
Please reload

Posts Recentes

February 12, 2019

February 8, 2019

Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags